Bumba meu Boi- Qual a sua origem

O Brasil é um país de diferentes culturas e histórias fantásticas, uma delas é a história do Bumba Meu Boi, confira só a história e algumas curiosidades dessa lenda do folclore brasileiro. O Bumba Meu Boi é uma das festas folclóricas mais tradicionais de todo o país, que atrai centenas de pessoas interessadas em conhecer suas origens e entender uma pouco mais de sua história. A festa trata-se de uma encenação, semelhante a um auto, onde se mistura danças, músicas, teatro até circo. Em cada região brasileira o boi recebe um nome diferente, como Boi-Bumbá no Amazonas e no Pará, Bumba-meu-boi no Maranhão, Boi Calemba no Rio Grande do Norte, Cavalo-Marinho na Paraíba, Bumba de reis ou Reis de boi no Espírito Santo, Boi Pintadinho no Rio de Janeiro, Boi de mamão em Santa Catarina e boizinho no Rio Grande do Sul. Mas não deixa de ser uma festa que chama atenção de milhares de pessoas.

Alguns pesquisadores dizem que a origem da festança foi no nordeste por volta do século XVII, durante o Ciclo do Gado, época essa em que boi tinha grande importância simbólica e na economia também. Na época, o animal era criado por colonizadores que faziam uso de mão de obra escrava. A lenda na qual se baseia o Bumba-meu-boi reflete bem essa organização social e econômica. A Lenda do Bumba Meu Boi a história de um casal de escravos, que tinha por nome Pai Francisco e Mãe Catirina. A Catirina que estava grávida começou a ter desejos por língua de boi, queria comer língua de boi de qualquer maneira. Para atender suas vontades, seu marido teve que matar o boi mais bonito de seu patrão, que naquele tempo era chamado de senhor. Assim que o patrão percebeu a morte do animal, o dono da fazenda convoca curandeiros e pajés para ressuscitá-lo. Quando o boi volta à vida, toda a comunidade celebra.

A festa do Bumba-meu-boi surgiu no contexto de fazendas de criação de gado e reuniu influências africanas, como o boi geroa, trazidas pela população escrava e europeia, como a tourada espanhola, festas portuguesas e francesas. O boi de Parintins traz também forte influência indígena. Essa é com certeza uma história muito rica e cheia de culturas de várias localidades. No início a lenda do Bumba-meu-boi sofreu grande repressão por ser uma festa de origem escrava, já que a escravidão demorou muito tempo para ser abolida, sem falar que até hoje os negros sofrem muito preconceito. Ele foi perseguido pelas elites nordestinas e também pela polícia e chegou a ser proibido entre 1861 e 1868, mas depois voltou a ser celebrado com muita festa e música.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*