Gastrectomia Vertical com interposição ileal- Benefícios e Malefícios

A cirurgia de Gastrectomina Vertical com interposição ganhou muito destaque nos últimos dias, ela tem como objetivo tratar a diabetes e também perder peso. Muitas pessoas estão querendo saber mais informações a respeito do procedimento, pois recentemente o Ex-jogador de futebol Romário fez ela. Se você deseja mais informações continue nos acompanhando.  Romário atualmente é senador e acabou de completar seus 5 anos de idade, ele fez a cirurgia e conseguiu eliminar 10kg em poucos dias. Romário postou algumas fotos em suas redes sociais e causou maior polêmica, porque esse procedimento é um dos tipos de cirurgias bariátricas que fazem muito sucesso.

Essa é uma ténica que já está muito famosa, na qual foi desenvolvida pelo famoso médico Áureo Ludovico de Paula, ele já fez esse procedimento com o apresentador Faustão no ano de 2009, que também queria tratar a diabetes e automaticamente perder peso. Apesar da cirurgia ter sido um sucesso esse procedimento apresenta sérios riscos, onde assim é gerada tanta polêmica ao redor da cirurgia.

A cirurgia trata-se de uma técnica que ainda é experimental, nela uma parte terminal do intestino delgado é removido para a parte de cima ficando assim mais perto do estômago, isso contribuiu para que haja maior produção do hormônio GLP-1, que é o hormônio que estimula a produção de insulina e ainda ajuda no controle do apetite, fazendo com que a perda de peso seja mais eficiente.

Além de controlar a diabetes a gastrectomia vertical com interposição ileal também auxilia na perda de peso e isso é ótimo para os pacientes que sofrem com obesidade, por que assim eles terão uma melhora em sua qualidade de vida, podendo viver até mais tempo do que viveriam sendo obesos, pois a obesidade é uma doença que pode levar a morte. Porém existem os pontos negativos em relação ao procedimento, um deles é a perda de massa óssea, que pode chegar em até 5%, esse nível é considerado como alto, e essa perda ósse pode levar a possibiliade de fraturas rapidamente.

Para aquelas pessoas que desejam fazer o procedimento é importante lembrar que o Conselho Federal de Medicina CFM não aprovou a cirurgia justamente pelos seus riscos e por ainda estar em fase de experimentos, tanto que para o ex-jogador fazer o procedimento foi necessário assinar um termo de responsabilidade. Já houveram alguns casos em que pessoas chegaram a morrer com a cirurgia, porém muitos ainda insistem em fazer.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*