Nota Fiscal Eletrônica Salvador- Nota online

A Nota Fiscal da Bahia, é também chamada d NF-e Baiana tem,, ela é uma ideia muito interessante que se firmou no Estado baiano com o passar do tempo. A NF-e Baiana ainda não possui a quantidade de vantagens que o programa paulistano de notas fiscais tem, porém tem a boa intenção de fazer com que a compra e a venda de mercadorias em geral no Estado fiquem bem mais seguradas, assim como acontece no Estado de São Paulo.

O sistema de nota fiscal eletrônica tem como foco facilitar a vida dos clientes e também dos estabelecimentos e isso de fato acontece mesmo. Ele existe já há alguns anos, e com certeza facilita a vida de milhares de brasileiros, pois antigamente era tudo emitido em papel, mas agora é feito pelo computador em uma versão mais moderna, tudo digital. Sem falar na economia em impressão, principalmente para as grandes empresas.

A nota fiscal eletrônica existe no Brasil há bastante tempo, mas no Estado baiano demorou um pouco para se estabelecer de vez, tudo teve seu início de verdade mesmo a partir do mês de Março de 2015 e de lá para cá vem facilitando a vida de centenas de pessoas, o que é muito bom, não é mesmo? A partir dessa data as notas impressas já foram ficando de lado e as digitais tomando espaço. As empresas baianas tiveram o prazo de até dezembro de 2015 para se adaptarem ao novo sistema de emissão de notas fiscais.

É muito importante que o consumidor esteja ciente de que ele pode solicitar a nota fiscal de suas compras, isso é para sua segurança e também da empresa, pois ter tudo documentado é ótimo para possíveis dores de cabeça. A nota fiscal será enviada para o e-mail do cliente para que ele a tenha guardada para consulta sempre que precisar.

É válido lembrar que esse tipo de serviço também é uma grande economia para o empresário, pois não precisará mais fazer a impressão do documento e nem precisará mais da máquina que faz emissão da nota, isso porque ela cista em torno de R$ 2 mil a R$ 4 mil reais.

Desde 01 de janeiro de 2017 todas as novas empresas abertas no Estado da Bahia estão obrigadas a emitir a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) on line. Ficam fora desta obrigatoriedade apenas as novas microempresas, que só passarão a ser obrigadas a partir de 2020. A obrigatoriedade a partir de 01 de janeiro de 2017 vale também para todos os estabelecimentos que já emitiram pelo menos uma NFC-e. Estes não mais poderão emitir Cupom Fiscal. A regra de adesão voluntária ao programa NFe também sofreu alteração a partir de janeiro 2017. Os estabelecimentos que passarem a emitir voluntariamente este documento fiscal eletrônico não poderão mais trabalhar com o Cupom Fiscal após 30 (trinta) dias da emissão da primeira NFC-e.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*