Inscrição Concurso Sefaz SP 2017- Edital com 437 vagas

Aquelas pessoas que desejam ingressar no cargo de agente fiscal de rendas da Secretaria da Fazendo do Estado de São Paulo podem ficar atentos, porque o governado Geraldo Alckmin nesse último dia 3 de Janeiro sancionou a lei complementar 1.296 que faz uma restruturação completa na carreira. Essa nova lei traz a extinção da classe I do cargo, o que gera a formação de novos servidores para que já entrem nas condições da antiga classe II. Dessa maneira terá 6 níveis, o que aumentará a remuneração inicial do ingresso.

Essas mudanças são muito boas, pois alteram principalmente o que mais atrai os concurseiros, o salário. O salário que era de R$ 9.914,09 agora terá o valor de R$ 12.618,90, além de poder chegar no valor máximo de R$ 18.000,00 acordo com complementos e prêmios de produtividade individuais e em grupo.

Já foi feito um pedido de autorização para novo concurso na Secretaria Estadual de Gestão Pública de São Paulo, serão no total 437 vagas que serão preenchidas ao longo do ano de 2017, para isso falta apenas a autorização do Governador. Se você deseja uma dessas vagas, saiba que é preciso ter um curso de nível superior em qualquer área do conhecimento.

De acordo com a solicitação encaminhado em maio de 2016 pela Sefaz/SP é preciso que a nomeação dos aprovados seja feita até outubro.

Dessa forma se você sonha com um bom emprego com um salário esse é o seu momento. Já comece a pesquisar a respeito de como a prova é feita e também de como são cobrados as matérias. A dica é pesquisar as provas dos concursos anteriores para se ter uma noção do que estudar.

Veja quais são as matérias normalmente cobradas:
Na de conhecimentos gerais foram abordados temas de língua portuguesa (30 questões), matemática financeira/estatística (dez), raciocínio crítico (dez), atualidades (dez), inglês (dez), administração pública (dez) e economia e finanças públicas (20). Em conhecimentos básicos, temas sobre direito (20), direito constitucional (dez), direito tributário I (dez), legislação específica do estado de São Paulo (15), contabilidade geral (15) e auditoria (dez).

Em conhecimentos específicos, para a área de gestão tributária, direito tributário II (20), legislação tributária do estado de São Paulo (25), contabilidade avançada e custos (25) e tecnologia da informação (dez). Por fim, em conhecimentos específicos para tecnologia da informação, direito tributário II (dez), contabilidade avançada e custos (dez) e tecnologia da informação (60).

Continue sempre conectado com a gente, aqui você encontra as melhores informações e dicas para ficar por dentro de tudo que está acontecendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *